08/02/2018 09:17:16 - Atualizado  em 08/02/2018 09:20:56

A+ A-

Carnaval: uso indiscriminado de maquiagem pode afetar a saúde dos olhos

  Reprodução/Muito Chique

Para reduzir os riscos de contrair esta e outras doenças, evite levar as mãos aos olhos, principalmente quando estiver fora de casa, pois é através delas que contraímos a maior parte das doenças contagiosas

Uma das festas mais aguardadas do calendário brasileiro, o Carnaval é um chamariz para belas produções, incluindo maquiagens extravagantes. Para tanto, o cuidado deve ser redobrado ao aplicar produtos na região dos olhos, já que são mais sensíveis e vulneráveis à irritações.

Não é à toa que nesta época do ano é bastante comum um crescimento expressivo de atendimentos em clínicas, hospitais e postos de saúde após os dias de folia e, entre os principais motivos, está o uso indiscriminado de maquiagem.

Para aproveitar todos os momentos da festividade e voltar para casa apenas com ótimas recordações, a oftalmologista Renata Catem alerta quanto à utilização inadequada de produtos de beleza, que pode causar desde pequenas irritações oculares até graves alergias nos olhos e pálpebras.

“Por isso, recomenda-se usar produtos de qualidade, sendo de origem conhecida, observar prazos de validade e saber se são próprios e testados para as áreas dos olhos. E atenção: se você é alérgico, fique atento aos componentes presentes na composição das maquiagens”, orienta.

A médica enfatiza que a prevenção é fundamental, diminuindo, assim, a probabilidade de ser acometido por reações alérgicas na visão.  “É preciso sempre tomar os devidos cuidados, tais como: não aplicar a maquiagem diretamente nas pálpebras, não dormir de maquiagem, retirar os produtos antes dormir, não compartilhar os produtos para evitar risco de contaminações e, também, evitar cílios postiços, já que a cola pode irritar os olhos”, frisa a especialista.

Além disso, Catem destaca que, durante o Carnaval, a aglomeração facilita a propagação de infecções virais como a conjuntivite, doença altamente contagiosa e cujos principais sintomas são olhos vermelhos, secreção e coceira.

“Para reduzir os riscos de contrair esta e outras doenças, evite levar as mãos aos olhos, principalmente quando estiver fora de casa, pois é através delas que contraímos a maior parte das doenças contagiosas”, ressalta. Ainda segundo a médica, em caso de irritação ou alergia lave bem os olhos com água corrente e procure um oftalmologista para fazer um diagnóstico preciso e receitar o medicamento adequado.


Fonte Ascom