07/02/2018 18:58:43 - Atualizado  em 08/02/2018 09:20:56

A+ A-

Bonsucesso busca empate contra o Goytacaz e times seguem sem vencer

  Reprodução

O resultado mantém ambos os times com três pontos na classificação e dentro do Z-2 do Grupo X

Bonsucesso e Goytacaz seguem sem vencer no Grupo X do Campeonato Carioca. Os times se enfrentaram na tarde desta quarta-feira (07/02), em Moça Bonita, e empataram por 1 a 1. No duelo, o Goytacaz saiu na frente com Gabriel Galhardo, mas Jackson empatou /02o jogo. A partida, no segundo tempo, se desenhou para a equipe da Leopoldina, já que Filipe Silva perdeu um pênalti quando jogo ainda estava zerado e nos últimos minutos Jackson perdeu chance inacreditável sem goleiro.

O resultado mantém ambos os times com três pontos na classificação e dentro do Z-2 do Grupo X. Na classificação, o Resende lidera com oito pontos, seguido pelo America com seis. Agora o Cesso volta a campo no dia 17 de fevereiro, às 16h, para pegar o Resende, no Trabalhador. Já o Goytacaz, no mesmo dia e hora, encara o America. 

Goytacaz manda no primeiro tempo

Apesar de jogar fora de casa, o Goytacaz foi o dono do primeiro tempo. Os visitantes criaram pelo menos quatro chances claras de gol e só não foram em vantagem para o vestiário por causa da grande atuação do goleiro Fabrício. O arqueiro rubro-anil foi exigido já no primeiro minuto de partida, quando Luquinha aproveitou bobeada do zagueiro Felipão, avançou pela esquerda e chutou com força. Fabrício defendeu e voltou a agarrar após desvio em Leandrão que quase fez contra no rebote.

Deu tempo para, ainda antes do tempo técnico, Fabrício operar um verdadeiro milagre em finalização de Canhoto. Na melhor chance, no entanto, o goleiro do Bonsucesso não poderia fazer nada: já batido, aos 25, ele viu Canhoto cabecear na pequena área por cima do gol, passando muito perto. Luquinha teve chance semelhante à do primeiro minuto aos 35, após roubar a bola do zagueiro Felipão. Fabrício, no entanto, fez outra grande defesa. Deu tempo de Canhoto finalizar pra fora no último minuto e o placar, incrivelmente, ficou inalterado ao final do primeiro tempo.

Segunda etapa dos gols perdidos

Se o primeiro tempo foi um monólogo ofensivo do Goytacaz, o segundo foi uma montanha russa. Inúmeros gols perdidos dos dois lados em um jogo recheado de tensão e desespero. As primeiras investidas foram do Bonsucesso, ambas com Jackson: com um minuto, em finalização que parou em Paulo Henrique, e aos 13, em chute forte da entrada da grande área que acertou o travessão. O centroavante tentou até uma bicicleta, mas sem sucesso: defesa fácil do arqueiro alvianil.

De tanto insistir, o Cesso foi premiado aos 15 minutos. Mauro Silva dividiu com Almir na grande área e o árbitro Philip Georg Bennet viu pênalti após carrinho do lateral. Jackson pediu para cobrar, mas do banco veio a ordem de Toninho Andrade: Filipe Silva, batedor oficial, deveria cobrar. O volante, no entanto, chutou para fora. O Bonsucesso sentiu o gol e o Goytacaz aproveitou: logo em seguida, aos 19, João Vítor fez boa jogada e cruzou para Gabriel Galhardo, livre, só empurrar para o gol vazio e abrir o placar.

O abatimento do Bonsuça era visível. Mas o Goytacaz, novamente, seguiu perdendo chances. Aos 32 minutos, a melhor delas: Canhoto recebeu livre pela direita e chutou de direita. Fabrício fez grande defesa com os pés. Na base do abafa, o Bonsucesso avançou e chegou ao empate: aos 37, Matheus Pimenta fez boa jogada pela esquerda e chutou forte. Paulo Henrique espalmou e a bola ficou nos pés de Jackson, que completou para as redes e deixou tudo igual.

Com o empate, a partida ficou completamente aberta e ganhou climas de dramaticidade nos últimos minutos. Aos 40, Tenente recebeu como se fosse um centroavante, na marca do pênalti, e chutou pra fora. Cinco minutos depois, a chance mais clara da partida e possivelmente do campeonato: na entrada da área, Jackson driblou o goleiro e, com o gol vazio e Miguel livre na marca do pênalti, fez o mais difícil: chutou para fora e consolidou o empate.

A partida
Bonsucesso 1x1 Goytacaz - Campeonato Carioca, 4ª rodada do Grupo X - 07/02/2018 às 16h

Estádio de Moça Bonita (Rio de Janeiro-RJ)
Árbitro: Philip Georg Bennett
Assistentes: Wallace Muller Barros Santos e Guilherme Vogas Tavares

Bonsucesso: Fabrício; Thiaguinho, Felipão (Renan Rocha, intervalo), Leandrão e Jeanderson; Filipe Silva, Mauro Silva (Sabão, 20’/2ºT), Julinho e Leandro Chaves (Miguel, intervalo); Matheus Pimenta e Jackson. Técnico: Toninho Andrade.

Goytacaz: Paulo Henrique; Tenente, Cleiton, Mário Pierre (Edson, 32’/2ºT) e Almir; Jefinho, Gabriel Leite, João Vítor e Gabriel Galhardo (Vico, 26’/2ºT); Canhoto e Luquinha (Anderson Oliveira, 37’/2ºT). Técnico: Paulo Henrique.

Cartões amarelos: Jeanderson (BON); Almir e Anderson Oliveira (GOY)

Gols: Gabriel Galhardo, 19’/2ºT (0-1); Jackson, 37’/2ºT (1-1)

Público: 170 pagantes (200 presentes)
Renda: R$ 1.350,00


Fonte FutRio

Vista por: 2430