24/08/2017 12:07:28 - Atualizado  em 24/08/2017 14:31:44

A+ A-

Justiça de Itaperuna decreta prisão de ex-jogador de futebol

  Ulisses Neto / Globo Esportes

A assessoria de imprensa informa que Roberto Carlos efetuou o pagamento

O ex-jogador Roberto Carlos, ídolo do Real Madrid e da Seleção Brasileira, teve a prisão decretada por não pagar pensão alimentícia a dois filhos há pelo menos dois anos. O débito seria de cerca de R$ 61 mil.

A ação foi ajuizada na comarca de Itaperuna, onde atualmente moram as crianças, e encaminhada através de precatória ao Tribunal de Justiça Paulista, que já expediu o mandado. Assim que o ex-atleta desembarcar no Brasil, ele deve ser preso. Uma ordem de prisão internacional pode ser expedida, o que faria com que ele fosse preso em qualquer lugar do mundo.

O TJRJ informou que o processo corre em segredo de justiça. A mãe dos menores, não foi encontrada para comentar o caso. Já a defesa do ex-craque, alega que o valor já foi quitado e que as medidas cabíveis estão sendo tomadas.

Quem entrou com o processo foi a mãe das duas crianças. Alegando dificuldades financeiras, Roberto Carlos tentou negociar a dívida, solicitando o parcelamento de parte da quantia. Segundo a juíza Mayana de Castro Eccard, ele desembolsaria R$ 35 mil como entrada e ainda pagaria 13 parcelas de R$2 mil, o que foi negado pela mãe das crianças.

A assessoria de imprensa de Roberto Carlos emitiu um comunicado oficial em que afirma o cumprimento de todos os deveres judiciais do ex-jogador: Em virtude da notícia veiculada pela imprensa nesta quarta-feira (23/08), na qual informa que o ex-jogador e atual embaixador do Real Madrid, Roberto Carlos, teve a prisão decretada pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, a Futpress Comunicação, assessoria de imprensa do ex-atleta, informa que o Roberto efetuou o pagamento da pensão alimentícia referente a junho no último dia 3 de agosto.

No entanto, devido a um procedimento burocrático, o juiz responsável pelo caso ainda não manifestou-se a respeito. Fernando Henrique Pittner, advogado de Roberto Carlos, afirma que, após a manifestação descrita acima, o processo será regularizado.

 


Fonte Rádio Natividade FM

Vista por: 2981