10/11/2017 10:07:32 - Atualizado  em 10/11/2017 10:38:31

A+ A-

Atletas do Paraesporte em seletiva do Águas Abertas da OEB

  Rodrigo Silveira-Supcom

O evento reunirá duplas de natação unificadas do Rio de Janeiro, Armação de Búzios e Campos

Os atletas do Projeto Paraesporte, da Fundação Municipal de Esportes (FME), Marcelo de Souza, o “Fofão” e o atleta parceiro Breno Pessanha e Ryan Borges de Souza Azeredo e o atleta parceiro Daniel Souza da Silva Oliveira participam neste sábado (11/11), às 9h, no Yatch Club de Lagoa de Cima, do Torneio Seletivo de Águas Abertas, organizado pela Olimpíadas Especiais Brasil (OEB). 

O evento reunirá duplas de natação unificadas do Rio de Janeiro, Armação de Búzios e Campos. De acordo com o coordenador regional de esportes e representante da OEB, Tiago Siqueira, o atleta campeão nesta prova vai integrar a equipe brasileira nos Jogos Mundiais de Verão das Special Olympics, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, em 2019.

Tiago Siqueira destaca que o objetivo é reduzir a exclusão social e incentivar a prática esportiva entre as pessoas com deficiência. 

“Além de melhorar a autoestima dos atletas e melhorar a qualidade de vida, reflete na melhor convivência familiar. O resultado tem sido satisfatório nas pessoas com deficiência que estão conquistando autonomia por meio do esporte” destacou. 

A FME implantou em abril deste ano o Projeto Paraesporte, que atende cerca de 650 pessoas com deficiência em modalidades como natação, atletismo, futsal, bocha, vôlei, dança e equoterapia. 

Segundo o coordenador do Paraesporte, Fábio Coboski, o Marcelo é aluno da Associação de Proteção e Orientação aos Excepcionais (Apoe). 

“Ele veio integrar nossa equipe, por meio da parceria firmada entre a Fundação e o Apoe. Inicialmente, Marcelo entrou para fazer dança, mas hoje faz natação, bocha e atletismo e praticamente passa toda manhã na sede da Fundação, onde realiza suas atividades “concluiu.

O presidente da FME, Raphael Thuin, destaca que o esporte está mudando a vida das pessoas com deficiência, proporcionando a inclusão e melhorando o desenvolvimento social e familiar. 

“ O resultado do trabalho realizado pela equipe do Paraesporte pode ajudar a levar para Abu Dhabi, vários atletas de outras modalidades como futsal e  vôlei para os Jogos de Verão das Special Olympics, em 2019. Estamos trabalhando para ampliar o número de pessoas atendidas pelo projeto do Paraesporte, “destacou o presidente Raphael Thuin. 


Fonte Supcom

Vista por: 1451