12/08/2017 18:16:39 - Atualizado  em 12/08/2017 18:20:10

A+ A-

Americano e Goytacaz não saem do zero e se distanciam do líder

  Divulgação FutRio

om o resultado, as duas equipes vão a 32 e pontos na tabela de classificação geral da Segundona

Mais uma vez entrando em campo para fazer um duelo decisivo nesta temporada pela Série B1 do Campeonato Carioca, Americano e Goytacaz se enfrentaram na tarde deste sábado (12/08) no Estádio Aryzão. No clássico, muita briga, luta, cartão vermelho para os dois lados, mas nada de gols. Placar de 0 a 0, com os zagueiros Espinho e Edson sendo expulsos já nos últimos minutos do jogo.

Com o resultado, as duas equipes vão a 32 e pontos na tabela de classificação geral da Segundona. O empate foi melhor para o Goyta, que segue no G-2, mas vê o líder Audax disparar na ponta já com 39. O Americano fica em terceiro, na cola do maior rival. Dentro de suas chaves no segundo turno, seguem fora da zona de classificação para as semifinais. Na próxima rodada, o Cano pega o Gonçalense no Alzirão, na terça (15), enquanto o Alvianil recebe o Sampaio Corrêa no dia seguinte no Aryzão.

Rivalidade em jogo e expulsões no fim

O primeiro tempo foi de muita marcação, disputas de bola, reclamações com a arbitragem e cartões amarelos, sendo cinco ao todo. As poucas boas oportunidades de gol saíram em lances de bola parada. Pelo lado alvinegro, Espinho cobrou com perigo e quase venceu Paulo Henrique. Já pelo Goyta, Leandro Cruz bateu forte no ângulo, mas Adilson espalmou para escanteio, mantendo o placar da etapa inicial zerado.

No segundo tempo o panorama seguiu, com muita entrega em campo. Só na reta final, a partida começou a ganhar em emoção. Romário, que havia acabado de entrar no Americano, carimbou o travessão de Paulo Henrique. O time comandado por João Carlos Ângelo ameaçou uma pressão nos últimos minutos, até por lamentar mais o resultado igual do que o adversário, mas não obteve sucesso. 

Ainda deu tempo de muito empurra empurra entre os jogadores no gramado já nos acréscimos. Espinho, do Americano, e Edson, do Goytacaz, foram expulsos pelo juiz Diego da Silva Lourenço, que teve sua arbitragem bastante contestada por ambos os lados. De toda forma, o Goyta-Cano terminou mesmo zerado.


Fonte FutRio

Vista por: 676