29/11/2017 17:21:27 - Atualizado  em 30/11/2017 16:47:31

A+ A-

Equipes do Paraesporte vão para o Campeonato Estadual da OEB

  Marcos Gonçalves-Supcom

Comitiva de Campos é composta por mais de 20 atletas que vão disputar nas modalidades natação, futsal, atletismo, ginástica rítmica

Cerca de 30 atletas do Paraesporte, projeto da Fundação Municipal de Esportes (FME), nas modalidades natação, vôlei de praia e bocha participam nos próximos dias 1º, 2 e 3 de dezembro, na Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA), no Jardim Sulacap, Rio de Janeiro, da etapa Estadual das Olimpíadas Especiais Brasil (OEB). Os campeões da etapa estadual participarão do sorteio para a nacional, prevista para março de 2018.

Entre os participantes, o atleta de natação Ryan Borges Azeredo, que ficou em segundo lugar na etapa Natação Abertas, que aconteceu em Lagoa de Cima, e também Marcelo de Souza, o “Fofão”, e mais 25 atletas do Paraesporte. A equipe de Campos embarca sexta-feira, (1º/12), às 8h. A cerimônia de abertura será a partir das 15h.

Paralelo às competições esportivas, os atletas de Campos Márcia Regina da Silva Erbas, da ginástica rítmica; Fernando Augusto Barcelos Brasil, futsal; Diego Barreto, natação e Ihasmmin Ribeiro Rodrigues, atletismo vão participar do curso de Atleta Líder. O presidente da FME, Raphael Thuin, que é um dos Embaixadores das Olimpíadas Especiais Brasil, incentiva os alunos a participarem das competições que além de promover a inclusão social amplia os horizontes das pessoas com deficiências, que até o início do governo era restrito. “No Paraesporte, eles superam os limites e por meio do esporte têm a oportunidade de melhorar a qualidade de vida”, ressaltou Thuin.     

O psicólogo do Projeto Paraesporte, Hugo Neves, destaca que a participação dos alunos nesta etapa da competição representa crescimento e independência dos atletas. “Ao longo destes sete meses de trabalho, estamos conseguindo elevar a autoestima das pessoas com deficiência e mostrando que são capazes. Mas para obter esse resultado, também temos que trabalhar a família, que passa a ver com outros olhos as limitações de seu filho, adquirindo confiança no familiar e no trabalho do Paraesporte. Muitos dos nossos atletas vão viajar, pela primeira vez, sem a família”, disse o psicólogo.

O coordenador regional de esportes e representante da OEB, Tiago Siqueira, fala da importância dos atletas participarem de um evento desse porte. “Atletas de vários municípios vão participar desta etapa, o que proporciona a interação dos atletas e mostra que podem vencer as barreiras. Os campeões nesta etapa vão participar do sorteio, para o Campeonato Nacional, previsto para março de 2018. E os que avançarem vão integrar a equipe brasileira nos Jogos Mundiais de Verão da Special Olympics, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, em 2019.

Reportagem: Redação/Supcom


Fonte

Vista por: 1435