22/12/2017 15:22:35 - Atualizado  em 22/12/2017 15:26:27

A+ A-

Contos natalinos e exposição animam a Cidade da Criança

  Divulgação-Supcom

No domingo, o horário de funcionamento será das 10h às 17h. No sábado (23/12), o expediente será normal, das 10h às 21h

A magia do Natal tomou conta da Cidade da Criança Zilda Arns e, neste sábado (23/12) e domingo (24/12), o espaço estará com uma programação voltada para a data. Durante todo o mês, no térreo do Castelo Medieval, o público tem a oportunidade de ver a exposição sobre o tema e ouvir os contos de Natal “A menina das sapatilhas de pontas douradas” e “O sapateiro e os duendes”, que acontecem no sábado (23/12), às 11h30, 15h, 17h e 18h30 e, no domingo (24/12), às 11h30 e 15h, com José Carlos Rosa e Emile Rocha.

No domingo, o horário de funcionamento será das 10h às 17h. No sábado (23/12), o expediente será normal, das 10h às 21h.

Durante todo o mês, está no térreo do Castelo Medieval a exposição sobre a Simbologia do Natal, que acontece das 14h às 20h, com Tatiany Alves.  “Além da programação de Natal, teremos o chafariz funcionando em vários horários para a alegria da criançada. As brincadeiras divertidas acontecem sempre às 15h30 e 17h30, próximo ao Castelo, com arte-recreadores”, explica a administradora da Cidade da Criança, Dilciany Tavares.

Contos – “A menina das sapatilhas douradas” é um conto natalino, onde é revelado como Iyá Ijo se tornou a mais nova embaixatriz de todas as danças do grande festival do Reino de Brechepina. Já “O sapateiro e os duendes” é um conto natalino dos irmãos Grimm, que traz a história de um sapateiro que descobre o trabalho dos duendes responsáveis pelos milagres do Natal.

Localizada na Avenida 28 de março, s/n – no parque Alzira Vargas, a Cidade da Criança Zilda Arns funciona aos sábados e domingos, das 10h às 21h. Crianças de até 12 anos (sempre acompanhadas dos pais ou responsáveis) e idosos a partir de 60 anos não pagam entrada. Estudantes a partir de 13 anos, mediante documento de identificação, pagam meia-entrada no valor de R$ 2,50. Já os adultos pagam R$ 5.


Fonte Supcom