16/01/2018 11:26:00 - Atualizado em 16/01/2018 11:30:33


A+ A-

Devo fazer a dieta do jejum?

  Reprodução

Os benefícios do jejum intermitente são muitos e podem ser aproveitados de maneira preventiva ou curativa, associando-o a outras terapias.

A ciência moderna redescobriu a pratica do jejum e vem desmistificando muitas crenças geradas em torno do jejum.  Pesquisas atuais têm mostrado muitos benefícios do jejum no âmbito de doenças, longevidade e controle de peso.

O jejum é abstinência total da ingestão de alimentos, por vontade própria, durante um período. O jejum pode conter variações, especificidades que vão depender do objetivo de cada pessoa.

Os benefícios do jejum intermitente são muitos e podem ser aproveitados de maneira preventiva ou curativa, associando-o a outras terapias. 

Mas o que acontece com nosso corpo durante o jejum? Quando comemos um alimento que aumenta a glicose (açúcar) no sangue ocorre liberação da insulina, o hormônio que capita a glicose e leva a célula para produção de energia, geralmente ingerimos mais energia do que o corpo precisa de imediato. O restante dessa energia e armazenada no fígado em forma de glicogênio e tecido muscular para uso posterior.

Durante os estágios iniciais do jejum a glicose sanguínea e insulina caem, e à medida que as moléculas de glicogênio (glicose armazenada) se esgotam, o corpo passa a utilizar a gordura como fonte de energia.

O jejum apresenta muitos benefícios entre eles estão à saúde cardiovascular, neuroplasticidade, perda ou manutenção do peso, redução de níveis de insulina, longevidade e reduz inflamação de doenças crônicas. Porem as pessoas devem sempre consular um nutricionista e um medico antes de realizar um jejum.  Pacientes com diagnostico de gota, diabetes e refluxo gástrico precisam de cautela para realizar jejum.


Mais...

  • 30/01/2018 »