05/12/2017 09:44:40 - Atualizado em 05/12/2017 09:52:16


A+ A-

Prevenção na alimentação

  Reprodução

Vamos criar bom hábitos de manipulação com os alimentos, pois através dele vem toda a nossa saúde.

Geralmente as pessoas ficam doentes e nem sempre sabem o porquê da origem de um simples mal-estar que pode ser repentino ou durar muitos dias. Existem doenças que não recebem na primeira consulta um diagnóstico conclusivo e, às vezes o mal-estar pode já ter passado e o diagnóstico ainda não ter sido finalizado. 

Diariamente as pessoas ficam doentes por consequência de algum alimento ingerido. Essas doenças são chamadas de DOENÇAS TRASNMITIDA POR ALIMENTOS (DTAs). Essas podem ser transmitidas por alimentos ou água contaminada através de agentes infecciosos e toxinas produzidas pelo microrganismo ou contaminantes químicos quando entram em contato com o alimento.
Essas doenças podem ser encontradas em qualquer lugar do mundo mesmo em países desenvolvidos com infraestrutura e saneamento básico.

Elas são transmitidas através de agentes infecciosos como: bactérias, vírus, helmintos e protozoários em contato direto com a água e alimentos contaminados por transmissão fecal ou dejetos lançados de forma indireta nos alimentos.

A contaminação pode ocorrer antes ou após o preparo dos alimentos e pode estar relacionada com o preparo inadequado do alimento, ou seja, não lavados adequadamente, crus, ou mal passados; pode ocorrer também contato com insetos como moscas e baratas. Alimentos preparados por vendedores ambulantes, feito diretamente com as mãos e com compartilhamento do mesmo recipiente aumenta o risco de doenças.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o tratamento da água a ser utilizada como bebida ou no preparo de alimentos com 6 mg de cloro para cada litro. O cloro é bastante eficaz contra diversos agentes infecciosos (bactérias, vírus, protozoários, helmintos, fungos). O tratamento pode ser feito com hipoclorito de sódio 2 - 2,5% (água sanitária) ou cloro em comprimidos. "Água sanitária" é a designação de um composto químico amplamente empregado para limpeza e desinfecção de superfícies, cujo princípio ativo é o hipoclorito de sódio (NaClO).

Para desinfecção de frutas, verduras e legumes deve ser utilizado 2 ml (40 gotas) de hipoclorito de sódio a 2,5% para cada litro de água, ou comprimidos de cloro na concentração indicada pelo fabricante. Preliminarmente, para reduzir a quantidade de matéria orgânica presente, devem ser lavados com a água tratada com cloro.

Em seguida devem ser mantidas imersas por 30 minutos na água clorada. Após este período de tempo, antes do consumo, devem ser lavados com água tratada com a mesma concentração de cloro adequada à sua utilização como bebida.

A desinfecção deste tipo de alimento deve ser feita mesmo quando existe uma rede pública com água tratada disponível.

Vamos criar bom hábitos de manipulação com os alimentos, pois através dele vem toda a nossa saúde.