06/10/2017 12:33:24 - Atualizado em 06/10/2017 12:34:34


A+ A-

O lado bom das coisas

 

Sabe aquela sensação gostosa de que tudo vale a pena? Eu sei que otimismo demais deixa a gente meio fora da casinha, mas confesso que não sei viver sem. Algumas pessoas já me cutucaram, “mas você sempre vê lado bom?”. Sim, vejo!

Não é que eu não saiba que exista o ruim de cada dia. Aliás, eu sei bem. Mas eu prefiro dedicar meu olhar e minha atenção para o positivo, o bom, o que vai me levar pra frente. É uma escolha!

Olho para trás e vejo o longo caminho que me trouxe até aqui. Não teria conseguido se não tivesse focado na melhor parte de cada dia. Já teria desistido, como tantas pessoas que vejo apenas existir, não viver.

Acredito que a escolha de olhar o bem e só tirar o melhor de cada situação pode ser ensinado. Tenho visto crianças pessimistas, mau-humoradas, rusguentas…affff, que chato! Será que podemos dar um jeitinho de ensinar leveza às crianças?

Gente, não precisa ser “pipa voada” mas também não precisa ser “chumbo grosso”, né?! Vamos, no conhecido jogo de cintura que cada mamãezinha tem, ensinando, a vagarosos passos, que a vida pode ser menos tensa, mesmo sendo tão dinâmica.

Coloque na mochila deles entusiasmo, fé, esperança, positividade. Não existe nada pior no final de domingo do que a reclamação pela segunda-feira. Vamos trocá-la pela expectativa de um novo dia, todinho nosso, para fazermos o nosso melhor e vencermos o que nos desafia!

Ah, mas antes de passar para os filhotes, vamos ter que tirar o nosso pezinho do acelerador e reparar na nossa própria vida e no que estamos apresentando como exemplo para eles.

Afinal, melhor que dizer mil palavras é mostrar algumas atitudes.

Leia mais em www.maeprasempre.com.br