28/11/2016 17:40:18 - Atualizado  em 28/11/2016 19:53:07

A+ A-

Projeto para barrar Uber em Campos protocolado na Câmara

  Reprodução

A proposta segue a mesma linha da lei sancionada pelo prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes (PMDB), nesta segunda-feira.

A notícia de que o Uber estaria se instalando em Campos, inclusive com cadastramento de motoristas previsto para esta segunda-feira (28/11), mobilizou o Sindicato dos Taxistas e a Comissão de Transportes da Câmara de vereadores da cidade, que protocolaram na Casa de Leis um projeto para barrar essa modalidade de serviço no município.

O projeto dispõe sobre a proibição do uso de carros particulares cadastrados em aplicativos para o transporte remunerado de pessoas no município. A autoria é do vereador e presidente da Comissão de transporte, José Carlos Gonçalves Monteiro e a proposta segue a mesma linha da lei sancionada pelo prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes (PMDB), nesta segunda-feira.

“Apresentamos o projeto na Câmara e agora depende de aprovação. Pedimos ao presidente da casa que seja votado em regime de urgência, mas temos que aguardar”, disse o presidente do Sindicato dos Taxistas, Marcelo Vivório acrescentando que “Acreditamos que o Uber é irregular. Nossa categoria paga impostos, têm suas certidões renovadas todo ano”.

Vivório explica ainda que o serviço do Uber ainda não está funcionando no município, mas caso seja concretizado, pode prejudicar a classe de taxistas, que já vem passando por dificuldades com a crise financeira e fechamento de comércio na cidade. Segundo ele, são 845 profissionais cadastrados na cidade, mas que somando aos auxiliares e folgadores chegam a 3 mil.

“O serviço de Uber não trás segurança. Já imaginou seu filho, um familiar andando com um motorista que você não sabe quem é, que não é fiscalizado por nenhum órgão?”, questionou o presidente do Sindicato.

Outra esperança em barrar o Uber em Campos, é a votação de outro projeto que tramita no Congresso Nacional com finalidade de proibir o serviço em todo território nacional. “A votação desse projeto está marcada para dia 6 de dezembro e esperamos que seja aprovado”, disse. 

A Uber se posicionou, por meio de nota, sobre a especulação do início das operaçãos em Campos. "Estamos constantemente avaliando a possibilidade de novas cidades receberem a Uber, como já acontece em mais de 500 cidades no mundo. Parte dessa avaliação, que é feita em vários níveis, inclui buscar talentos e compartilhar informações com os cidadãos que queiram ter uma nova oportunidade de renda com autonomia, flexibilidade e dignidade dirigindo na plataforma da Uber, e não significa a entrada imediata da Uber em Campos dos Goytacazes. Quando houver algo definitivo, faremos um anúncio oficial".


Fonte Ururau