28/12/2017 17:00:25 - Atualizado  em 29/12/2017 09:45:54

A+ A-

Policial agredido durante uma prisão e apreensão de drogas em Guarus

  Divulgação

O suspeito preso estava usando uma tornozeleira eletrônica

Um jovem com tornozeleira eletrônica foi preso na manhã desta quinta-feira (28/12) por militares do Patrulhamento Tático Móvel (Patamo II) durante patrulhamento na Rua Beira Lago com Avenida Teresópolis, próximo à comunidade Minha Deusa, no Parque Guarus, em Campos. Com o suspeito foram apreendidos diversos materiais do tráfico de drogas, além de uma moto sem motor. No curso da ocorrência, o suspeito agrediu um policial que sofreu escoriações no braço, mãos e joelho.  

O jovem, de iniciais E.M.G., foi abordado e durante a revista pessoal os policiais encontraram a quantia de R$ 300,00. Questionado sobre a procedência do dinheiro, o mesmo teria dito que estava indo comprar uma moto. Diante do fato, os militares procederam à casa do suspeito onde foi encontrada uma moto sem motor. De imediato foi iniciada revista a oficina do rapaz, mas nada de ilícito foi encontrado, porém uma escada no canto do muro chamou a atenção dos policiais, que usaram o equipamento para subir na laje da oficina. Enquanto os policiais subiam na laje, o suspeito começou a gritar que nada que estava no local o pertencia, deixando os militares ainda mais em alerta.  

Na laje foi realizada busca minuciosa e localizado debaixo da telha, em uma bolsa, 10 tabletes pequenos de maconha, três sacolas com mais maconha, três balança de precisão, um saco contendo aproximadamente 5 mil pinos vazios — usado para embalar cocaína —, um coldre de perna , uma capa de colete, uma sacola com vários sacolés vazios , duas  facas, uma colher, uma tesoura, além de um rolo de fita adesiva.

No momento em que conduzia o homem até a viatura, o mesmo veio a empurrar um policial e evadido em direção à Rua Bom Jardim. Os policiais iniciaram perseguição ao suspeito, que foi alcançado e novamente preso, sendo desta vez nos fundos de uma residência.  

O policial agredido sofreu escoriações no braço, mão e joelho. Ele foi socorrido por integrantes do Grupamento de Ações Táticas (GAT II), que apoiava o Patamo na apreensão de entorpecentes. O militar ficou em observação em um hospital particular da cidade.

Quanto ao suspeito, que recebeu atendimento do Hospital Ferreira Machado (HFM), posteriormente foi encaminhado para 146ª Delegacia Legal.  Ele foi autuado no artigo 33 e 34 da Lei 11.343/2006 e no artigo 329 Código Penal.

 

Reportagem: Redação


Fonte Ururau