16/11/2017 18:04:56 - Atualizado  em 16/11/2017 18:31:06

A+ A-

Aumento de algas no Rio Paraíba do Sul deixa cor da água esverdeada

  Ururau

Escassez de chuva e o clima quente fazem com que aumente a produção de algas que já existem no Paraíba

A falta de chuva e o tempo seco que atinge a região alteraram a paisagem do Rio Paraíba do Sul nesta segunda-feira (16/11). De acordo com o superintendente regional do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), René Justen, a mudança tem explicação. A escassez de chuva e o clima quente fazem com que aumente a produção de algas que já existem no Paraíba.

“A aparição de algas, deve ser em função de questões climatológicas, já que tem uma série de fatores que fazem com que elas [algas] se proliferem, como o calor e tempo seco. Em contrapartida, qualquer alteração de chuva e baixa temperatura, elas somem”, mencionou.

O superintendente informou também que o Rio recebeu uma quantidade de água e o nível subiu um pouco, em decorrência da chuva que caiu na última semana. “A vazão do Paraíba deve estar na faixa um pouco acima de 200 m² por segundo”, disse. Apesar da preocupação, não há riscos para população, entretanto, a cor do rio só deve voltar ao normal quando começar a chover.

De acordo com a assessoria da Águas do Paraíba – concessionária responsável pelo abastecimento de água e esgoto em Campos – a captação, tratamento e distribuição de água pela empresa continuam normais e sem previsão de alteração desse cenário.

 

 

 

 

Reportagem: Ururau


Fonte