29/04/2016 16:35:34 - Atualizado  em 29/04/2016 17:18:06

A+ A-

Procura por álcool gel aumenta em 100% nas drogarias e farmácias de Campos

  Ururau/Arquivo

Álcool gel é recomendado para evitar o contágio da Gripe A, causada pelo vírus H1N1

A procura por álcool gel em farmácias e drogarias ‘decolou’ em todo o país. Em Campos, alguns estabelecimentos estão com dificuldades em repor os produtos, já que muitos fornecedores não vêm realizando entregas com frequência devido à grande demanda. Entretanto, quem comprou em larga escala está tendo como estocar e garantir a mercadoria nas prateleiras. Tem estabelecimentos cujas vendas aumentaram em mais de 100%, se comparado aos anos anteriores.

O álcool gel é comumente utilizado para higiene pessoal, mas também é recomendado por especialistas para evitar o contágio da Gripe A, causada pelo vírus H1N1.

A gerente de um estabelecimento no Centro da cidade, disse que a procura tem sido tanta que o produto está em falta e deve chegar somente na próxima semana. Ela também explicou que os produtos vêm em pouca quantidade, dia sim, dia não, e logo acabam não dando tempo para repor.

“As mercadorias vêm em pouquíssima quantidade (em torno de cinco) e não dá conta porque a procura está sendo muito grande por todas as marcas e tamanhos, sem exceção”, informou acrescentando que já tem pedidos de clientes reservados para as próximas semanas.

Em outro estabelecimento, a gerente Gilcielma Lemos, disse que a procura aumentou consideravelmente. Na farmácia onde trabalha quem for comprar só vai encontrar frascos pequenos, já que os maiores, que também são os mais procurados, estão em falta.

“Tem chegado de 08 a 10 unidades, dia sim, dia não. As pessoas também estão optando por comprar os frascos maiores porque está difícil de encontrar em qualquer lugar”, comentou a gerente.

MORTE POR H1N1
No último dia 15, a secretaria de Saúde confirmou que os exames de uma mulher de 57 anos – internada com suspeita de H1N1 e que morreu na noite da última sexta-feira (08/04) no Hospital Ferreira Machado (HFM) –, teve resultado positivo para o vírus, conforme laudo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A paciente era moradora do Parque Novo Mundo, em Guarus, e estava internada em estado grave desde o dia 07.

CASOS
Segundo a secretaria, em 2015 foram registrados 10 casos suspeitos de síndrome respiratória aguda grave, em que houve coleta de amostras para identificação viral. Desse total, dois casos foram positivos para o H1N1. 

“A comprovação da circulação do vírus reforça a necessidade de manter as ações de prevenção, como, por exemplo, lavar sempre as mãos, evitar coçar os olhos, etc. Após o fim do período da Campanha Nacional de Vacinação, vamos liberar as doses para toda a população em geral”, afirmou Venâncio.

CAMPANHA
A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começa oficialmente neste sábado (30/04), data escolhida pelo Ministério da Saúde como Dia D de mobilização em todo o país. Devem receber a dose crianças com idade entre 6 meses e 5 anos, gestantes, idosos, mulheres com até 45 dias após o parto, pessoas com doenças crônicas e profissionais de saúde.

O público-alvo, de acordo com o Ministério da Saúde, totaliza 49,8 milhões de pessoas. A meta é imunizar pelo menos 80% dessa população, considerada de risco para complicações por gripe. Povos indígenas, pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional também estão entre os grupos que vão receber a dose.


Fonte Ururau