28/06/2017 18:27:31 - Atualizado  em 28/06/2017 18:54:56

A+ A-

Obras do entreposto em SJB serão parcialmente liberadas

  Ururau/Arquivo

Local poderá receber barcos de médio porte, permitindo que os profissionais realizem o desembarque do pescado com mais segurança

Em meio às dificuldades para atracar embarcações de maior porte em consequência do avanço do mar na Foz do Rio Paraíba do Sul, em Atafona, a solução encontrada foi a liberação parcial das obras do entreposto pesqueiro artesanal. A solicitação, feita pelos pescadores à prefeita Carla Machado durante visita ao Pontal, na última sexta-feira (23/06), foi discutida em reunião na terça-feira (27/06), com a participação de representantes das Secretarias de Meio Ambiente, de Pesca, Ordem Pública e Defesa Civil Municipal, Gabinete, além de Porto do Açu e Ferroport (parceria entre a Prumo Logística e a Anglo American), empresa responsável pelo Terminal de Minério de Ferro do Complexo Portuário.

Por ser dotado de um calado mais profundo, de acordo com a Secretaria de Pesca, o local poderá receber barcos de médio porte, permitindo que os profissionais realizem o desembarque do pescado com mais segurança. Cerca de 250 embarcações atuam em Atafona, segundo a Secretaria.

O secretário de Meio Ambiente, Alex Firme, ressaltou que a reunião foi uma solicitação da prefeita para que a equipe de governo pudesse atender à reivindicação dos proprietários de embarcações que atracavam na área dos frigoríficos.

“Continuamos trabalhando para amenizar os problemas da população local e pescadores. Seguimos em busca da licença junto aos órgãos ambientais para algumas intervenções na região da foz e em outros pontos no Rio Paraíba do Sul e buscando a captação de recursos junto aos governos federal e estadual para tentarmos realizar a tão sonhada obra do projeto de proteção e restauração da praia de Atafona”, enfatizou.

O entreposto pesqueiro faz parte das iniciativas de apoio à pesca do Porto do Açu e da Ferroport e é desenvolvido voluntariamente pelas empresas. A estrutura está em fase final de implantação e, segundo as empresas, será doada à Prefeitura Municipal de São João da Barra.

Reportagem: Redação/Ascom


Fonte