10/01/2018 14:44:00 - Atualizado  em 10/01/2018 17:21:18

A+ A-

Moradores do distrito de Travessão fecham BR-101 em protesto contra a falta d’água

  Divulgação

De acordo com informações da Autopista Fluminense, o desvio do fluxo está sendo feito no Km 46 pelo interior do bairro

A BR-101 voltou a ser fechada na tarde desta quarta-feira (10/01) por moradores do distrito de Travessão, em Campos. Mais uma vez, o protesto é motivado pela falta de abastecimento de água na localidade. No final do mês de dezembro, a rodovia já havia sido bloqueada por dois dias consecutivos pelo mesmo problema. 

O protesto, inclusive com fogo em pneus, acontece desde às 14h na altura do Km 47. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Militar estão no local e tentam convencer os manifestantes a liberarem o tráfego na rodovia.

De acordo com informações da Autopista Fluminense, o desvio do fluxo está sendo feito no Km 46 pelo interior do bairro. O problema nas casinhas seria por causado de uma bomba que teria sido retirada Empresa Municipal de Habitação (Emhab) para manutenção. 

Por meio de nota, o presidente da Empresa Municipal de Habitação (Emhab), José Amaro Almeida, informa "que o distrito é abastecido pela concessionária Águas do Paraíba, sendo de competência da prefeitura o fornecimento em um conjunto habitacional com aproximadamente 100 casas. A Emhab está concluindo os trabalhos de instalação de uma nova bomba para garantir a melhoria do abastecimento da comunidade, além de resolver problemas gerados por ligações clandestinas. Enquanto este trabalho não é concluído, a Emhab segue enviando caminhões-pipa para atender a comunidade".

Moradores disse que estão sem água a uma semanas e que já teria feito solicitações à àguas do Paraiba, porém a concessionária, através da assessoria de imprensa, disse que "Não há na base de dados do sistema da concessionaria reclamações de clientes de Águas do Paraiba sobre problemas de abastecimento de agua naquela área. Mobilizado para verificação no local,  supervisor da empresa constatou que o problema é  no Conjunto Habitacional Fazenda Boa Vista 1, que não é de responsabilidade da concessionária. Águas do Paraíba está em contato e à disposição da Empresa Municipal de Habitação e Saneamento (EMHAB) para colaborar na busca de solução ou alternativas".

Reportagem: Redação


Fonte Ururau