10/01/2018 16:35:18 - Atualizado  em 10/01/2018 17:27:46

A+ A-

Corpo de policial morto em confronto enterrado em Itaperuna

  Ururau

O militar foi morto em um confronto com traficantes no bairro Lagomar, em Macaé

O corpo do cabo da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) José Renê Araújo Barros, de 35 anos, foi sepultado no cemitério Vale das Orquídeas, no município de Itaperuna, região Noroeste Fluminense, por volta das 12h30 desta quarta-feira (10/01). O militar foi morto em um confronto com traficantes no bairro Lagomar, em Macaé, na manhã de terça-feira (09/01). 

O velório do militar aconteceu em na Assembleia de Deus Restaurando e Edificando Vidas, no bairro Cidade Nova. O corpo seguiu em cortejo em cima do caminhão do Corpo de Bombeiros Militar até o cemitério.

A despedida de familiares, amigos e colegas de farda foi marca por forte comoção e honrarias do 29º Batalhão de Polícia Militar (BPM). Além de praças e oficiais, entre eles os comandantes do 6º Comando de Policiamento de Área (CPA), coronel Friederik Bassani e do 32º Batalhão Polícia Militar de Macaé, coronel Marco Aurélio Vollmer, participaram do funeral. Casado e pai de três filhos, o cabo era lotado no 32º BPM há seis anos.  

Assessoria da Polícia Militar informou José Rene estava em uma operação para reprimir ações criminosas de facções rivais pela disputa de ponto de drogas na comunidade Lagomar, em Macaé. O policial foi baleado e faleceu enquanto era socorrido para a unidade de saúde mais próxima. 

O Disque Denúncia divulgou um cartaz oferecendo R$ 5 mil de recompensa para quem tiver informações que ajudem a esclarecer a morte do policial. Já a Polícia Federal, através do delegado Felício Laterça, disponibilizou um número de whatsapp (22) 99811-6968 que vai servir como disque denúncia. O canal de comunicação foi criado para ajudar no combate ao tráfico de drogas em Macaé. Qualquer informação da população será devidamente investigada, mantendo o anonimato do denunciante. 

 

Reportagem: Redação


Fonte Ururau