05/01/2017 16:57:29 - Postado  em 05/01/2017 17:12:55

A+ A-

Quissamã e Campos unidos pelo complexo industrial Farol-Barra do Furado

  Arquivo-Divulgação/Ascom

Atrativos para a escolha do empreendimento, são: disponibilidade de mão de obra especializada na região, proximidade com o polo de Macaé e as dificuldades enfrentadas no porto do Rio de Janeiro, como sobrecarga

Os prefeitos de Quissamã e de Campos, respectivamente, Fátima Pacheco e Rafael Diniz, discutiram na manhã desta quinta-feira (05/01), a reativação do complexo logístico e industrial Farol-Barra do Furado. O empreendimento poderá receber R$ 350 milhões através da holding BR Offshore, de São Paulo (empresa que presta serviços de manutenção às embarcações de apoio alocadas nas bacias de exploração e produção de óleo e gás). O seu presidente, economista Ricardo Vianna, esteve no município para mostrar o projeto e anunciou que está em negociações com um estaleiro estrangeiro, que poderá fechar contrato de apoio técnico ao empreendimento.

Segundo Vianna, os atrativos para a escolha do empreendimento, são: disponibilidade de mão de obra especializada na região, proximidade com o polo de Macaé e as dificuldades enfrentadas no porto do Rio de Janeiro, como sobrecarga.

Ele destacou que Barra do Furado é única para se buscar oportunidades. “Uma das melhores localidades para a instalação de uma base de apoio offshore e de um estaleiro de reparos navais, a partir da concentração de cerca de 85% da produção atual de óleo e gás do país na Bacia de Campos, que deverá receber um conjunto de novos equipamentos de perfuração e produção de O&G”, ressaltou.

A prefeita de Quissamã, Fátima Pacheco disse que a parceria entre seu município e Campos, vai permitir que a região alcance o desenvolvimento, gerando trabalho e renda. “Estou entusiasmada com o empreendimento. Não podemos pensar em desenvolvimento, se os municípios da região não forem parceiros. A união é fundamental e todos devem estar engajados nesta parceria para construirmos juntos dias melhores para a nossa população, formatando uma nova política para a região”, observou.

Já o prefeito de Campos, Rafael Diniz destacou que uma das salvações para os atuais problemas dos municípios está em Quissamã. “A gente não pode deixar de pensar em desenvolvimento. Vimos uma população carente de um governo presente. Estou aqui me colocando à disposição para trabalharmos juntos. Campos só vai se fazer forte, quando se fortalecer com os municípios vizinhos”, declarou.

Em seguida houve apresentação do projeto no auditório municipal, quando diversas dúvidas foram tiradas pelos presentes. Na oportunidade, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Arnaldo Mattoso disse que o atual governo está adotando providências, para a utilização da área destinada ao complexo logístico e industrial Farol-Barra do Furado.


Fonte Ascom