17/11/2017 09:52:59 - Atualizado  em 17/11/2017 09:56:45

A+ A-

FIRJAN aponta nova queda da atividade industrial no Norte Fluminense

  Reprodução

Os resultados da Sondagem Industrial apontam que os empresários da região Norte estão entre os mais pessimistas do estado do RJ, ao lado dos das regiões Leste, Sul e Noroeste

As indústrias do Norte Fluminense registraram nova queda da atividade produtiva em outubro, revela a Sondagem Industrial, divulgada nesta sexta-feira (17/11), pelo Sistema FIRJAN. A pesquisa, realizada com empresários da região, apontou queda em diversos indicadores, entre eles o de volume de produção, que atingiu 46,7 pontos.
 
A sondagem é um levantamento de opinião empresarial e os indicadores variam de zero a cem pontos. Os valores abaixo de 50 indicam piora ou redução e acima de 50 representam melhora ou aumento.
 
A indústria da região continuou a operar abaixo da média histórica, com apenas 51% da capacidade instalada.  A baixa na atividade produtiva teve reflexos no mercado de trabalho, que apresentou redução no número de empregados (44,6).
 
A pesquisa aponta ainda que os industriais continuaram  insatisfeitos com as condições financeiras de suas empresas em outubro (30,0).  Contribuíram para isso  a dificuldade de acesso ao crédito e as baixas  margens de lucro operacionais.  Cenário semelhante às outras regiões do estado.
 
Para o final de 2017 e início de 2018, os industriais do Norte Fluminense esperam queda na demanda por produtos (46,3) e, consequentemente, redução na compra de matérias-primas (41,7)
 
Diante da incerteza quanto ao ritmo da retomada da atividade econômica, os industriais devem adiar novos investimentos (27,6) e contratações (45,5).
 
Os resultados da Sondagem Industrial apontam que os empresários da região Norte estão entre os mais pessimistas do estado do RJ, ao lado dos das regiões Leste, Sul e Noroeste.
 
Participaram da Sondagem Industrial empresas dos nove municípios atendidos pela Representação Regional FIRJAN/CIRJ Norte Fluminense: Campos dos Goytacazes, Cardoso Moreira, São Francisco de Itabapoana, São João da Barra, Quissamã, Conceição de Macabu, Carapebus, Macaé e São Fidélis.


Fonte Ascom