10/01/2018 11:39:06 - Atualizado  em 10/01/2018 12:10:57

A+ A-

Vídeo: Protesto por falta de ambulância em Venda Nova

  Divulgação

Manifestação por falta de ambulância

Moradores de Venda Nova, na Baixada Campista, realizaram na manhã desta quarta-feira (10/01) um protesto por falta de ambulância na Unidade Básica de Saúde (UBS) da localidade. Os manifestantes atearam fogo galhos de árvores e interditaram a estrada principal de Venda Nova, próximo a UBS. Segundo eles, a comunidade sofre com o não atendimento há 15 dias. A Polícia Militar (PM) esteve no local.

Uma moradora, identificada como Kelly, relatou que Venda Nova e adjacências não sofreram com a falta de ambulância no governo anterior. “Agora está parando tudo, principalmente um serviço básico e considerado essencial. Começou negando atendimento por falta de motorista. Depois foi por falta de manutenção”, disse.

Kelly disse, ainda, que tem uma prima que faz hemodiálise e, pela falta de ambulância, um tio a leva em transporte particular. “Ainda bem que a minha prima tem condições de chegar até o local para fazer o tratamento. E quem não tem? O sofrimento tem sido o principal caminho. Infelizmente estamos esquecidos pelo poder público”, comentou.

Em nota, o setor de Transporte da Secretaria de Saúde explica que a ambulância da Unidade Básica de Saúde (UBS) de Venda Nova está passando por um reparo mecânico e que todas as providências estão sendo tomadas para retorno, o quanto antes. A localidade vem sendo atendida pela ambulância de Poço Gordo e pelo serviço de urgência e emergência domiciliar, através do 192.

Reportagem: Ururau


Fonte Redação